sábado, 7 de junho de 2014

medos

o dia morre ao por do sol,
meu coração bate mais forte 
sinto a beleza do sol se esvaindo
da noite chegando e cobrindo a luz.
Ao mesmo tempo uma aflição vem ao meu peito,
da escuridão e da falta da minha chama interna para me iluminar
e essa está queimando aos poucos, cada dia mais e mais,
mas ainda está muito fraca para me proteger do escuro, do desconhecido.

0 comentários:

Postar um comentário