quinta-feira, 27 de março de 2014

o ATMA

As vezes tenho medo de me encontrar,
de olhar para dentro de mim, pois posso achar algo que não goste.
Ao fazer esse exercício de olhar o sol dentro de nós
achamos vários vícios, água podre que só com a alma limpa.
Devemos achar o que tem de bom em nós as águas limpas
e limpar o que for impuro, pois só assim chegaremos ao final da nossa trilha neste mundo.
Siga a força da terra e sinta sua energias negativas esvair como um riacho,
e deixar as energias boas voltarem como uma lembrança do ATMA.
A vida tem seu círculos de idas e vindas não podemos para-la,
enfrente-as a meio do mundo de hoje e deixe esvair os pensamentos.
Quero chegar ao final dessa trilha, mas com calma e muito esforço.

0 comentários:

Postar um comentário