quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Sou pecado e não pecador.

deus odeia o pecado, e não o pecador. Como separar o pecado do pecador se esse está intrínseco no meu peito, agarrado no meu ser, junta a minhas ações e emoções que por via das duvidas não são nada confusas. confesso que peguei, um pecado muito grave. O pecado de amar quem deus fez para amar o semblante feminino. Uma coisa horrenda. Pegra-me na cruz se puder.
Eu não sou mais o pecador, mas agora o pecado em si, encarnado em minhas veias, escorrendo sobre o sangue sujo e Sodomita. Condene-me se quiser.
Essa visão não é sua, é de quem diz controlar o saber e poder de interpretar a escritura sagrada que de sagrada o homem já a Sujou.
Hoje Sujo estamos todos por limparmos nossa mão no odio que nos pariu.