quarta-feira, 28 de julho de 2010

Ai vem um pouco de auto ajudo. DOI.

Eu ainda tenho que concordar com Rita Lee. No final tudo vira bosta e depois de toda essa sujeira a única coisa que resta sou eu. EU e mais ninquem. No trem pessoas passam, ficam nas estações,permanecem por anos, mas nunca pela toda a jornada. A jornada começa e termina do mesmo jeito.Sozinho. Podem me chamar de egoista ou qualquer coisa que quiserem. Não sinto mais ofendido por pessoas. Seja ela quem for. Não faz sentindo se tudo no final vira bosta.Sobrevivemos, amamos, nos enraivessemos, nos damos mal, tudo se passa por uma pora sobrevivencia. Só que as pessoas não olham as estremidades e nelas só se pode ver a si mesmo. Ao chegar debaixo da terra, não tem mais ninquém. Ao chegar em vida não vinhemos acompanhados. Aproveitemos, sim, tudo que puder e te convier, mas faça a si mesmo feliz e não aos outros porque esses viram bosta.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Pazer do Desprazer

Mistura-se pela boca, corpo a corpo,tecendo os traços mais intimos um do outro, escorrendo em cada pedaço e saboriando um por um, mastingado-os até sair o gosto, ouve-se a batida dos corpos, coisa suave, mas intenso que arde, arde a pele, a testura se esvai, o gosto junto com ele, deixando os musculos cansados, puros e solta ao ar.Desmancha, abana, mostra o que está por dento.Mergulha de fora para dentro e emerge no lago decorado por prazer por si. Por só. Acabando só.

domingo, 11 de julho de 2010

Monólogo do profano.

_Suas palavras foram palavras soltas jogadas no ar ao deus dará. Empuradas garganta abaixo,arranhando tudo que se misturava a elas e com elas veio o desgosto, sujando minha garganta, lubrificando meu "eu",destorcendo toda a verdade que em mim depostiva. Esperança. Essa é a palavra certa, quebrada em pedaços tão pequenos que não pude mais junta-la, ainda proucuro os cacos que restaram, ainda sinto o gosto.Um gosto amargo se arrastando, pingando em meu estomago, fazendo o recogitar uma por uma. Ainda vomito gramema por gramema,vogal por vogal, mas ainda não conseguiram formar sintagmas completo de sentido absoluto. Provavelmente por que elas nunca fizeram sentindo algum,como o fazer se foram oriundas da mentira. Acreditas em biblia ? dizem que o diabo é o pai da mentira, então de graças a ele todos os dias, ore por ele todo dia antes de dormir, pois até deus está cansado de te ouvir. EU?. ÁH!! Eu cansei a muito tempo.Durmo como um anjo, brigado por perguntar. Sobre o travesseiro macio repolso minha cabeça e durmo, o sono dos justos. Tá !! Você está certo nisto! Não sou perfeito, Não sirvo ao deus que serves quão menos ao diabo que temes. Não preciso deles para me dizer o que fazer o que não fazer, para isso existe a conciência. E ela vai bem, por isso que pago um psiquiatra. ÉH está certo de novo, as vezes dá seu lapso, mas quem não tem seus lapsos. ÁH isso definitivamente é verdade! Você tem o padre para absorver dos seus pecados e um homem chamado cristo que morreu por Vôce na cruz. Um homem destinto que andou sobre a água,que criou o mundo e o homem  pois existe a trindade.Lógico. Sim, é a melhor parte, tenho que concordar com você. Pamdora támbem foi a primeira mulher no mundo. Tem algumas diferenças,mas não posso tirar a semelhança entre o baú e a maçã que tinham dentro de si o segredo da vida e depois ambos na história foram punidos e com um final traico que justifica toda a maldade do  mundo.Ou até a semelhança de um Homém ser o curioso da estória, ou até outras semelhanças que não precisam ser destacadas agora. Passemos adiante para seu deus bipolar.O maldoso alfa de querras, sacrifícios e muitas outras atrocidades ( que ainda não sai da minha cabeça que seja por isso a semelhança de sua imagem com os homens, talvez) e depois o deus do novo testamento: piedoso, carinhoso, gentil, amigavel,um amor de pessoa.Para mim isso é bipolaridade e existe remédio para isso. ÁH não posso perder a possibilidadede falar que foi culpa do chifrudo lá de baixo que o mundo ficou assim, né ? com pecados ou asvezes é culpada eva e de adão ou sei lá...do Epimeteu que abriu a caixa deixando todos os males, vícios e outras coisas sairem. Um belo jeito de tirar o corpo do homem de fora da jogada." A culpa não é minha foi adão e eva ou Epimeteu." AH e lógico tudo de bom que possa acontecer foi com a ajuda divida. Onde fica o credito e merito do feitor da ação. Tem sempre que ter álguem para se colocar no meio, para apoiar se quando as coisas não vão bem e álguem para abraçar quando as coisas dão certo. A solidão no mundo não existe. Vamos comemorar não estamos sozinhos ainda tem o bem e o mal.O resto não importa. Joque os livros de Friedrich Wilhelm Nietzsche no lixo e coloquem a biblia na cabiceira da cama. Um profano como eu leu a biblia.. Está surpreso com isso ? AH Desculpe me pela palavra "profano" não queria ofende-lo eu sei que a verdade não está somente na biblia ou em deus certo?Assim que você pensa certo? A relatividade ou qualquer outra coisa é lixo. Verdade tem que ser absoluta. Então suas mentiras támbem.Vamos cortar assunto. ACABOU.
.

sábado, 10 de julho de 2010

Água limpa, mas suja também.

Água jogada em uma ferida limpa,mas deixa cicatrizes.
há cicatrizes que somem com o tempo e se escondem
atrás da pele, com medo de parecem feias, falsas, ou incoerentes
há cicatrizes que ficam gravadas no copro para sempre
como tatuagens, deixadas de lembraças com palavras
sinceras marcadas a ferro quente no peito.
Delas não esquecemos, não abandonamos
Delas me alimento.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Águas passadas.São águas,mas não sei o porquê sou o único a chorra-las. Memorias ocultas e muitas tentativas de emergi-las para nunca mais as ver e a única coisa que me resta é um maço de cigarro Marlboro vermelho viradas para mim, olhando no fundo dos meus olhos. AGORA fazem curvas como um dia meus olhos o fez com os seus. IGNORA-ME. Sou apenas um louco.Um louco escritor e não um escritor louco.O que Brás me diria agora.Que sou um louco. Talvez um escritor louco. Tanto faz.Vou fumar.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

decifra-me ou devoro-te

Como o fazer se só os loucos cabe a função de se entender.